Como é a sua expressão corporal, facial e vocal?

Expressões do corpo físico

Os sinais exteriores da consciência intrafísica, perceptíveis aos olhos, ouvidos e parapercepções extrassensoriais, podem revelar traços de manifestação da realidade íntima da personalidade, inescondíveis aos observadores mais atentos.

As expressões corporais, faciais e vocais, por exemplo, trazem à luz percentuais do temperamento derivados da herança paragenética da conscin, constituída ao longo das múltiplas existências.

Diversas vertentes de análise da intraconsciencialidade podem ser propostas a partir destes sinais e expressões, contribuindo para o diagnóstico multissensorial e paraperceptivo da manifestação da consciência, a qual pode optar por qualificar evolutivamente a sua própria expressão.

 

Postura e movimento corporais

A análise do biotipo, ou constituição física, revela detalhes do ser holossomático. O Conscienciograma, instrumento de avaliação integral da consciência, é a sala de espelhos, na qual a pessoa pode se observar de todos os ângulos, inclusive a corcunda (cifose), se existente 1,2.

Neste exemplo, a postura corporal encolhida, pode apontar a tentativa infrutífera da consciência de se esconder das oportunidades evolutivas que se apresentam cotidianamente. Em certos casos, há necessidade inclusive de tratamento em sessões de fisioterapia, devido a dores e desvios posturais.

A realização de atividades físicas regulares, exercícios posturais e alongamentos orientados por especialistas na área funcionam como coadjutores importantes ao movimento de reciclagem íntima do interessado, tendo em vista a influência mútua existente entre o corpo físico e os demais veículos de manifestação consciencial.

O modo de andar, ou o padrão da marcha, influencia a pensenidade e vice-versa. Análises da cinemática do movimento em pedestres autoconfiantes apontam, por exemplo, mais movimentos de braços e passadas mais longas, em contraste ao andar mais restrito, com poucos movimentos de braços e passadas mais curtas, típicas dos que apresentam sensação de impotência 3.

Deste modo, a atuação terapêutica direta no corpo físico (soma), tornando-o mais firme, flexível e fisiologicamente ajustado à anatomia funcional é elemento fundamental para a melhoria das energias (energossoma), dos sentimentos (psicossoma) e dos pensamentos (mentalsoma).

 

Expressão facial

A expressão facial é o modo pelo qual o rosto denota o estado moral, afetivo, intelectivo e da tendência da consciência, no momento evolutivo, sendo a forma mais comum de explicitação das emoções 4.

Até mesmo as expressões faciais podem influenciar no padrão de pensamentos, sentimentos e energias, sendo bem conhecido nos estudos científicos de feedback facial, nos quais observou-se, por exemplo, que franzir o cenho tende a aumentar as sensações autorreferidas de tristeza, raiva e aversão. Em contrapartida, manter uma expressão facial de sorriso, ainda que não genuíno, mobiliza a fisiologia humana de modo a induzir o estado emocional de alegria 5

No entanto, nem sempre se aquilata e se avalia corretamente o valor do sorriso no dia a dia multidimensional. “O sorriso de bonomia, em bases mentaissomáticas, fruto do autodiscernimento, pode afastar todo antagonismo e refratariedade permitindo a interlocução aberta. Há sorrisos inavaliáveis” 6.

A face e as expressões faciais revelam realidades intraconscienciais das mais absconsas. “Para quem sabe ler a linguagem somática, o rosto é o órgão da verdade explícita” 7.

 

Expressão vocal

Na análise do autotemperamento, é imprescindível avaliar também a expressão da própria voz. O timbre, o tom e a modulação vocálica são fatores componentes da força presencial, sendo passíveis de calibragem, especialmente devido à importância do convívio social 8,9.

Algumas conscins manifestam-se com a chamada “voz para dentro”, em volume baixo, dificultando a fluidez das trocas interassistenciais cotidianas. Em certos casos, auxílio fonoaudiológico, utilização de técnicas de impostação vocal, além de técnicas de respiração são instrumentos auxiliares importantes para que a expressão vocálica se torne nítida e desimpedida.

A projeção adequada do som pelo uso controlado do diafragma, fornece o apoio necessário para que a voz seja bem colocada e emitida com firmeza. O treino da respiração diafragmática, levando o ar até o abdômen e expandindo as costelas, é recurso auxiliar importante, além da articulação correta das sílabas e palavras, sem açodamento.

Este emprego lúcido do laringochacra na emissão vocálica compõe grande parte da imagem e força presencial da conscin. “O rosto, o olhar e a voz são os 3 fatores que influem mais no conjunto da força presencial, além das energias conscienciais da conscin” 10.

 

Força presencial

A escolha das expressões do próprio corpo – face, postura, voz, ritmo da respiração e outros – afeta diretamente a forma pela qual a consciência pensa, sente e manifesta em sua holosfera energética pessoal.

A moldura do corpo humano está intimamente relacionada à força presencial, evidenciando o nível de equilíbrio ou desequilíbrio da consciência. “É sempre bom ver se as feições físicas, estéticas, correspondem às tendências intraconscienciais da conscin. O que chama a atenção maior no rosto das pessoas são os olhos, depois as sobrancelhas e, por fim, a boca, devido ao sorriso” 11.

A força moral ou cosmoética da consciência potencializa a força presencial, ampliando a autossegurança, a qual é enriquecida pelo estado vibracional (EV), sinalética energética e autoconsciência parapsíquica 12.

Para além de se autodiagnosticar tendências temperamentais por meio das expressões do corpo físico, podem ser também realizadas autoprescrições práticas para a reversão de traços conscienciais evolutivamente obsoletos, a exemplo das que foram previamente descritas.

Deste modo, torna-se favorecida a ampliação da capacidade de expressar-se de modo convergente aos trafores pessoais, permitindo a conexão com porções mais maduras da intraconsciencialidade e facultando o aparecimento de manifestações genuínas e interassistencialmente eficazes.

 

Autora: Flávia Aouar Cerqueira, consciencioterapeuta e voluntária da Organização Internacional de Consciencioterapia (OIC).

 

Saiba mais sobre o assunto:

Expressão Facial: Verbete da Enciclopédia da Conscienciologia

Força Presencial: Verbete da Enciclopédia da Conscienciologia

Referências Bibliográficas:

3,5 Cuddy, Amy; O Poder da Presença (Presence); trad. Ivo Korytowki; 256 p.; 11 caps.; 19 citações; 15 ilus.; 1 gráf.; 302 refs.; 16 x 23 cm; br.; Sextante; Rio de Janeiro, RJ; 2016; páginas 133, 134 e 153.

1 Vieira, Waldo; Conscienciograma: Técnica de Avaliação da Consciência Integral; 344 p.; 150 abrevs.; 11 enus.; 100 folhas de avaliação; 4 índices; 2.000 itens; glos. 282 termos; 7 refs.; alf.; 21 x 14 cm; br.; Instituto Internacional de Projeciologia; Rio de Janeiro, RJ; 1996; página 52.

6,9 Idem; Dicionário de Argumentos da Conscienciologia; revisores Equipe de Revisores do Holociclo; 1.572 p.; 1 blog; 21 E-mails; 551 enus.; 1 esquema da evolução consciencial; 18 fotos; glos. 650 termos; 19 websites; alf.; 28,5 x 21,5 x 7 cm; enc.; Associação Internacional Editares; Foz do Iguaçu, PR; 2014; páginas 1.363 e 1.405.

4 Idem; Expressão Facial; verbete; In: Vieira, Waldo; Org.; Enciclopédia da Conscienciologia; apres. Coordenação da ENCYCLOSSAPIENS; revisores Equipe de Revi­so­res da ENCYCLOSSAPIENS; 27 Vols.; CLXXIV+23.004 p.; 1.112 citações; 11 crono­lo­gias; 33 E-mails; 206.055 enus.; 602 especialidades; 1 foto; glos. 4.580 termos (verbetes); 701 mi­cro­bio­grafias; 274 tabs.; 702 verbetógrafos; 28 websites; 670 filmes; 13.896 refs.; 54 videografias; 1.087 webgrafias; 9ª Ed. Digital; rev. e aum.; Associação Internacional de Enciclopediologia Cons­cienciológica (ENCYCLOS­SA­PIENS); & Associação Internacional Editares; Foz do Igua­çu, PR; 2018; ISBN 978-85-8477-120-2; páginas 10.696 a 10.699; disponível em: <http://encyclossapiens.space/nona/ECDigital9.pdf>; acesso em: 19.05.20; 09h09.

 

12 Idem; Força Presencial; verbete; In: Vieira, Waldo; Org.; Enciclopédia da Conscienciologia; apres. Coordenação da ENCYCLOSSAPIENS; revisores Equipe de Revi­so­res da ENCYCLOSSAPIENS; 27 Vols.; CLXXIV+23.004 p.; 1.112 citações; 11 crono­lo­gias; 33 E-mails; 206.055 enus.; 602 especialidades; 1 foto; glos. 4.580 termos (verbetes); 701 mi­cro­bio­grafias; 274 tabs.; 702 verbetógrafos; 28 websites; 670 filmes; 13.896 refs.; 54 videografias; 1.087 webgrafias; 9ª Ed. Digital; rev. e aum.; Associação Internacional de Enciclopediologia Cons­cienciológica (ENCYCLOS­SA­PIENS); & Associação Internacional Editares; Foz do Igua­çu, PR; 2018; ISBN 978-85-8477-120-2; páginas 11.174 a 11.179; disponível em: <http://encyclossapiens.space/nona/ECDigital9.pdf>; acesso em: 19.05.20; 11h19.

2,7,8,10,11 Idem; Léxico de Ortopensatas; revisores Equipe de Revisores do Holociclo; CEAEC & EDITARES; 3 Vols.; 2.084 p.; Vols. II e III; 1 blog; 652 conceitos analógicos; 22 E-mails; 19 enus.; 1 esquema da evolução consciencial; 17 fotos; glos. 7.518 termos; 1.811 megapensenes trivocabulares; 1 microbiografia; 25.183 ortopensatas; 2 tabs.; 120 técnicas lexicográficas; 19 websites; 28,5 x 22 x 13 cm; enc.; 2a Ed. rev. e aum.; Associação Internacional Editares; Foz do Iguaçu, PR; 2019; páginas 497, 1.617, 1.776 e 2.039.

Foz do Iguaçu / PR (sede)

Av. Felipe Wandscheer, 6945 | Bairro: Cognópolis | CEP: 85856-850

aco@oic.org.br | (45) 99921.6664

agendamento@oic.org.br | (45) 99921.6566

São Paulo / SP (unidade)

R. Estela, 515, conj. 92H | Cond. Ibirapuera Central Park

Bairro: Vila Mariana | CEP: 04011-904

saopaulo@oic.org.br

agendamentosp@oic.org.br | (11) 97521.3158

Rio de Janeiro / RJ (unidade)

R. Marquês de Abrantes, 170, sl. 404 | Ed. Nexus Offices

Bairro: Flamengo | CEP: 22230-061

riodejaneiro@oic.org.br | (21) 97110.8531

agendamentorj@oic.org.br | (21) 99844.0505

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon

Cadastre-se e receba nossas informações:

Organização Internacional de Consciencioterapia

CNPJ: 05.893.994.0001-36

Porto Alegre / RS (cidade atendida)